MEDO X MEDO


"...Uma das maiores causas do medo é o fato de não querermos ver-nos tal como somos..."

O medo é um dos maiores problemas da vida.

A mente tomada pelo medo vive em confusão, em conflito e, portanto, acaba sendo violenta, distorcida e agressiva.

Ela não ousa sair dos próprios padrões de pensamento, e isso gera hipocrisia. Escalar a montanha mais alta, inventar todo tipo de deuses, nada disso adianta: enquanto não nos libertarmos do medo permaneceremos na escuridão.

Vivendo numa sociedade corrompida e estúpida e recebendo uma educação competitiva que engendra o medo, estamos sobrecarregados com medos de diversos tipos, e o medo é uma coisa horrível e que deforma, distorce e obscurece os nossos dias.

Existe o medo físico, mas esse é uma reação que herdamos dos animais.

E com os medos psicológicos que estamos preocupados, pois se compreendermos os medos psicológicos, de raízes profundas, poderemos lidar com os medos animais, ao passo que, se nos ocuparmos primeiro com os medos animais, isso jamais nos ajudará a compreender os medos psicológicos.

O medo é sempre medo de alguma coisa; não existe medo abstrato, ele está sempre relacionado com alguma coisa.

Você conhece seus medos?

Medo de perder o emprego, de não ter dinheiro ou comida suficiente, ou do que os vizinhos ou o público pensarão a seu respeito, de ser desprezado ou ridicularizado; medo da dor e da doença, da dominação, de nunca saber o que é o amor ou de não ser amado, de perder a sua esposa ou os seus filhos, da morte; de viver num mundo que lembra a morte, da incrível monotonia, de não viver de acordo com a imagem que os outros construíram de você, de perder a sua fé.

Todos esses e os inúmeros outros medos - porventura você sabe quais são os seus medos?

E o que é que geralmente você faz em relação a eles?

Você foge, não é mesmo?

Ou inventa idéias e imagens para encobri-los. Mas fugir do medo só faz aumentá-lo.

Uma das maiores causas do medo é o fato de não querermos ver-nos tal como somos. [...]

(Krishnamurti - Sobre o Medo - Editora - Cultrix - Págs - 16 - 17)


A VIDA SÓ É REAL QUANDO EU SOU

1 visualização